categorias: Itinerantes, Onde Ir

Tempero no Forte 2014: Como foi?

Confesso que estou sofrendo com a publicação deste post hoje. O Tempero no Forte 2014 acabou no dia 30 de novembro e, portanto, vocês não poderão mais participar do evento a partir das dicas escritas aqui. O que me consola é a periodicidade do evento, que chegou este ano à sua 9ª edição e, certamente, acontecerá novamente em 2015. Então, se vocês toparem ver o que aconteceu por lá, venham comigo!

O evento acontece na vila da Praia do Forte, um lugar belíssimo e muito bem estruturado para receber gente de todo lugar. Estivemos lá a convite da assessoria, junto com representantes de outros veículos de comunicação de Salvador. Chegamos por volta das 13h e logo na entrada, encontramos um pórtico que anuncia o evento.

Culpada Confesso - Tempero no Forte - Entrada

Nossa primeira parada foi no Sobrado da Vila, onde a anfitriã, a Chef Tereza Paim, nos recebeu para um drink de boas vindas.

Culpada Confesso - Tempero no Forte - Mesa Sobrado da Vila

Cada restaurante participante tem um chef residente, que cria um prato para o evento, de acordo com o tema estabelecido. Nesta edição, todos os pratos reverenciavam os frutos do mar e lá, no Sobrado da Vila, o Chef San Casales preparou estas incríveis tapas de lagostin com ramon serrano.

Culpada Confesso - Tempero no Forte - tapas de lagostin com ramon serrano - Chef San Casales

E por falar em drink de boas vindas, por lá temos alguns de excelente qualidade. Adorei a Piña Colada, não só pelo sabor, mas também pela decoração.

Culpada Confesso - Tempero no Forte - Piña Colada

A maior vantagem da Praia do Forte é que por lá podemos fazer todo o trajeto a pé. Andando à beira-mar ou pelas ruas internas da vila você chega ate a Pousada Porto da Lua, onde assistimos a Aula Show do Chef Isaías Neries, que preparou o prato de frutos do mar com alcobara e farinha d’água. Com todo o preparo explicado, passo a passo, aos comensais.

Culpada Confesso - Tempero no Forte - Isaías Neries

Depois seguimos para a Risoteria Terra Brasil, onde conheceríamos o prato do chef residente, Ivan Achcar, e também do Restaurante Terra Brasil.

Culpada Confesso - Tempero no Forte - Risoteria

Essas degustações são interessantes para derrubar algumas bobagens minhas. Por exemplo, olhando todas as opções do evento, eu provavelmente não escolheria o risoto de bobó de camarão com palmito pupunha, castanha de caju e brotos de coentro. Que bobeira! O prato é incrível e tem uma combinação fantástica do dendê com o palmito pupunha que jamais imaginei. Me lembrou a frase, tão utilizada pelo Chef Ivan Achcar no Cozinheiros em Ação, porque “eu comeria esse prato em quantidades absurdas”!

Culpada Confesso - Tempero no Forte -  Risoto de Bobó - Ivan Achcar

E a tarde ficou ainda melhor quando tivemos, em nossa mesa, a companhia da Lu Estima e da Chef Dani Padalino. Foi muito bom encontrá-las fora de São Paulo e poder conversar sobre Encontro Gourmet, cerâmica baiana, O País do Brigadeiro, programas de culinária na televisão e um monte de outras coisas que fizeram o tempo passar voando. Durante o bate-papo, experimentamos o excelente aligot de aipim com camarão crocante e creole de mariscos com pitanga, da Chef Dani Padalino.

Culpada Confesso - Tempero no Forte - Aligot de aipim com camarão crocante - Chef Dani Padalino

Estava tão bom que, no final da tarde, ainda decidimos esticar o programa e passar a noite lá, quando fomos ao jantar no Hotel Via dos Corais, preparado pelos Chefs Gabriel Lobo, Fabrício Lemos e Lisiane Arouca. Mas essa parte vai ficar pro próximo post, ok?

4 comentários

  1. Ameli, companhia deliciosa é você! Esperamos revê-la em breve e, claro, ao redor da boa mesa em qualquer lugar do mundo. Beijos

Deixe seu comentário