categorias: Bares, Onde Ir

Operação Itapuã-Stella Maris (parte 2): Dona Eva e Siri Cascudo

Saímos do Caranguejo do Pascoal rumo ao Dona Eva em Stella Maris. Desta vez o caminho não é tão curto para ser feito a pé. A ideia inicial era pegar um taxi, mas de repente passou um microônibus e quando percebi já tínha embarcado e tentamos verificar com o cobrador se passava próximo ao bar. A nossa sorte foi que uma moça nos ajudou e conseguimos saltar relativamente próximo ao Dona Eva. Improviso faz parte do desbravamento e no fim o nosso passeio de microônibus foi um momento super divertido.

Após uma pequena caminhada entre o ponto e o bar, chegamos!!

Culpada Confesso - Carol Marques - Dona Eva

O espaço é grande, organizado e com muitas mesas. No dia estavam vazias, não sei se por causa da chuva ou devido ao feriado. Em 2014 fora do período do festival, fui com algumas amigas e aproveitamos para provar e aprovar o petisco concorrente de 2013, a Macaxeira Espanhola (Tortilha de Aipim Cozido com Linguiça). Sendo assim, estava curiosa para provar o petisco desse ano, embora aparentemente fosse bem comum.

Culpada Confesso - Carol Marques - Dona Eva - Ambiente

Com a possibilidade de chuva, nos sentamos na área da varanda bem no fundo do bar.

Continuamos os trabalhos com a Bavaria Premium (tem promoção viu gente!) e pedimos o cardápio. Verificamos que mais um bar incorporou os petiscos do festival ao seu menu, embora os preços não sejam os mesmos praticados no festival. =0 Digo isso porque os preços do festival são mais populares e normalmente quando incorporados ao cardápio eles têm recebido um considerável aumento.

Culpada Confesso - Carol Marques - Dona Eva - Cardápio

Petisco Doritos

Perguntamos sobre os petiscos participantes e nos foi oferecido o petisco Doritos – Queijo Coalho empanado com Doritos acompanhado de um molho de tamarindo e melaço. Simples não?

Culpada Confesso - Carol Marques - Dona Eva - Petisco Doritos

Gente, Deus criou o mundo em 7 dias e não em um ano, em outras palavras, comida de buteco não precisa ser mega elaborada, mas bem executada em sua simplicidade e eles realmente conseguiram isso. Nunca pensamos que uma coisa tão simples fosse tão boa! Estava sequinho e crocante por fora e bem macio por dentro. Vale ressaltar que a qualidade dos produtos utilizados também é um diferencial, pois o queijo coalho era de boa procedência, fundamental para o sucesso do petisco. Para acompanhar você pode escolher entre o azedinho do tamarindo ou a doçura do melaço, fica ao gosto do freguês. No meu caso comi um pouco de cada.

Gente, já ia esquecendo… sabe quem encontramos no Dona Eva? Os mesmos casais que estavam no Bar da Chica e no Caranguejo do Pascoal. Já passamos da coincidência à perseguição e começamos a imaginar que eles também iriam ao Siri Cascudo. Brincadeiras à parte, a perseguição seria nossa, pois como eles estavam de carro conseguiam chegar aos lugares. Chegamos até a cogitar de pedirmos uma carona, mas vai que eram terroristas? Melhor não arriscar. Rs

PETISCO CONCORRENTE – Pura Vida!

Voltando à nossa comilança, pedimos o petisco principal que são pedaços de filé de peixe e filé de frango empanados, acompanhados de molho de tamarindo e maçã.

Culpada Confesso - Carol Marques - Dona Eva - Petisco Concorrente

Pensou em uma porção gigante? Pois bem, esse petisco alimenta bem umas 5 pessoas. Não sei se ajudou o fato de já termos passado por 2 bares anteriormente, mas saímos de lá empanzinados, de buxo cheio, empanturrados, enfim, utilizem a melhor expressão que justifique o fato de estamos saindo do bar quase rolando de tanta comida. Hahahahaha

Com relação ao sabor, estava bem temperado, saboroso, mas no quesito inovação eles ganharam apenas os pontos do petisco Doritos O concorrente na verdade é o famoso isca de frango/peixe onde o diferencial é apenas a troca do molho tártaro ou rosê pelo tamarindo, já que tinha que ter fruta no petisco.

Como disse anteriormente, quase saímos rolando de lá, mas com muita raça, foco, força, fé e o velho serviço de teletáxi, gentilmente chamado pelo dono do restaurante, fomos em direção ao Siri Cascudo que também fica no bairro de Stella Maris.

SIRI CASCUDO

Adivinha com quem encontramos logo ao chegar?

Isso mesmo, os dois casais que estavam nos perseguindo, ops que perseguíamos. Rs Foi inevitável estabelecer contato com eles já que estavam fazendo o mesmo roteiro que nós. Conversamos sobre a nossa maratona, criticamos e elogiamos: petiscos, atendimento, sugerimos outros botecos, enfim, uma verdadeira troca de figurinhas. Hahahahaha

O único ponto que considerei desagradável foi o fato de que, ao comentar sobre um bar específico, o quarteto nos disse que deu nota zero no quesito atendimento porque o dono estava vestido com uma camisa em referência à Presidente Dilma. Pelo amor de Deus! Chega de intolerância política! Estamos analisando um “CONCURSO GASTRONÔMICO”! Não estamos num debate eleitoral. Opiniões políticas devem ficar de fora da análise, sejamos de direita ou de esquerda.

Tem todo tipo de gente nesse mundo não é? Questionei se o critério de análise do atendimento era apenas esse. Depois dessa, já não queria ouvir mais comentários políticos (porque ele continuou), nem tampouco sentar na mesma mesa. Por sorte, haviam chegado duas amigas que moram em Stella Maris com as quais eu tinha combinado de encontrar. Foi minha deixa para largar o papo político e sair pela tangente.

Obs: Atualmente não sou direita e nem de esquerda e também não sei se posso me dizer de centro, pois na verdade estou tão decepcionada com a política que acho que nenhum lado me representa.

Mas voltemos ao assunto buteco que é o que nos interessa…

No cardápio do Siri Cascudo destaque especial para os pratos concorrentes dos anos anteriores [clique na foto abaixo para ampliar].

Culpada Confesso - Carol Marques - Siri Cascudo - Cardápio - GRANDE

Mais um pouco sobre o cardápio…

Uma das especialidades da casa é o quibe. Bem sequinho, crocante e recheado, realmente é muito bom. Já tinha provado a uns 3 anos atrás quando eles participaram do Comida di Buteco. A diferença é que ao invés do tradicional recheio de carne, o petisco vinha com uma mistura inusitada: Siri.

O tempo foi passando, já havia escurecido e depois de tantos petiscos já não havíamos reservado espaço para mais comida. Mas peraê!!! Como é que a gente vai ao buteco e não prova o petisco? Sendo assim, pulamos o petisco Doritos e partimos logo para o concorrente:

Culpada Confesso - Carol Marques - Siri Cascudo - Petisco concorrente

É um pudim salgado de bacalhau regado com molho de coco. De pudim mesmo só a forma, aliás, esteticamente está um pouco diferente da foto oficial do site do Comida di Buteco:

A questão da foto do petisco no site ser diferente do apresentado pessoalmente também aconteceu no Tampinha, com a diferença de desta vez a mudança foi apenas estética. Os ingredientes foram os mesmos, mudando apenas a “forma”. Mas calma! Ao contrário do Tampinha o petisco não decepcionou.

Vocês vão observar na foto que arrancaram um pedaço antes de eu tirar a foto para o blog, mas relevem, foi a agonia do momento. Algumas pessoas acharam que passou um pouquinho do sal. Eu sempre acho que preparações com bacalhau tem um fator complicador: o dessalgue. A questão é: ou passa um pouco no sal, ficando salgadinho mas com gosto de bacalhau (que eu gosto), ou fica sem sal e ao mesmo tempo sem gosto e consequentemente sem graça. Uma outra opção é comer misturado com a maçã que ajuda a neutralizar o sal.

Outras informações

O buteco tem Bavaria participando da promoção e à noite (pelo menos no sábado) tem música ao vivo. O Couvert é baratinho e o bar ficou lotado. O som era na linha MPB, voz, violão e cajón (um instrumento de percussão) e é bem agradável com um volume que não atrapalha as pessoas de conversarem na mesa enquanto escutam as músicas.

Culpada Confesso - Carol Marques - Siri Cascudo - Ambiente

Fim do Tour…

A nossa curiosidade de percorrer essa região foi porque esses bares sempre estão entre as primeiras colocações no festival e nos rendem gratas surpresas. Dessa vez não foi diferente, os bares agradaram tanto no sabor como em simpatia e nos deixando com ainda mais vontade de retornar para provar os petiscos dos anos anteriores.

Espero que tenham gostado dos textos e até o Comida di Buteco 2016!

bjks

 

Dona Eva
Endereço: Rua Gilberto Freyre – Quadra E – Lote 04 – Stela Maris – Salvador/BA
Telefone: (71) 3374-4437
Cerveja Bavaria R$ 7,9 (a mais cara até então)
Triângulo (Petisco Doritos) R$ 18,00
Pura Vida (Petisco Concorrente) R$ 39,00

 

Siri Cascudo
Endereço: Rua Orlando Imbassahy, s/nº – Loteamento Stella (ref. Village Petromar) – Stela Maris – Salvador/BA
Telefone: (71) 3374-4423

Deixe seu comentário