categorias: Onde Ir, Restaurantes

Conde de Castro: cozinha multicultural com pompa e circunstância

Já repararam a quantidade de casarões antigos que temos no Rio Vermelho? Se você conhece o bairro e nunca pensou nisso, relembre comigo: Boteco do França, Teatro Sesi, Red River Café, Casa de Tereza… São todos prédios históricos e, por sua importância, estão protegidos por legislação específica, numa chamada “área de proteção cultural e paisagística com poligonal definida”. Numa dessas edificações, está localizado o belíssimo restaurante Conde de Castro.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Fachada

Fico feliz que um lugar tão bonito tenha sido reformado com tanto primor. Entre calmamente, olhando todos os detalhes e verá como cada item foi pensado cuidadosamente, do piso aos móveis.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Ambiente 02

Olha esse bar! Fica bem integrado com o salão e, mesmo durante o dia, é destacado pela iluminação. Muito bonito.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Bar

Ainda tem a área externa, com uma parte coberta. Nessa portinha de madeira temos o acesso à cozinha e, descendo os degraus à direita, chegamos aos sanitários. Lá embaixo e nas mesas laterais, aproveita-se a sombra de uma grande árvore, num espaço aberto.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Área externa

Pena que o atendimento não acompanhe a sofisticação do espaço. A equipe me pareceu  pouco preparada. Exemplos? Um atendente falando bem alto de dentro do bar e outra que demonstra desdém (com direito a cara feia e tudo) a cada pergunta que fazemos sobre a composição dos pratos. Quase fomos embora, mas eu estava num bom dia e não deixei que eles estragassem o meu humor e, por consequência, o nosso almoço! Hahaha!

Culpada Confesso - Conde de Castro - Ambiente

Queria conhecer a loja Condessa de Castro, mas estava fechada. Sendo assim, vamos ao almoço, né? Aproveitando o cardápio executivo escolhi, como entrada, o arancini recheado com confit de frango.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Arancini

Gostei de ter sucos de frutas feitos na hora e pedi um copo de morango. Uma delícia!

Culpada Confesso - Conde de Castro - Suco de morango

Também do menu executivo pedi, como prato principal, salmão com risoto siciliano. A porção pode parecer pequena na foto, mas, combinada com entrada e sobremesa, foi suficiente.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Salmão com risoto de limão siciliano

Mateus escolheu, do cardápio, o Duque Wellington, uma releitura do Beef Wellington criado pelo Chef Gordon Ramsay. No Conde de Castro o filé é envolto numa quantidade maior de massa folhada que está sobre o molho de cogumelos e hijiki. Só lamento que a foto da massa aberta não ficou boa (Sorry!) e vocês não verão o ponto perfeito da carne. Ah! Estamos falando de uma porção imensa.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Duque Wellington

Pra encerrar, a sobremesa do executivo: churros de doce de leite. A crosta de castanha faz uma combinação interessante com o cremoso do doce.

Culpada Confesso - Conde de Castro - Charutinhos

No final das contas, a comida é excelente e, por isso, foi um ótimo almoço. Pagamos, no total, R$ 123,00. As opções do almoço executivo custam a partir de R$ 35,00.

Conde de Castro
Rua Almerinda Dultra, nº 03 – Rio Vermelho – Salvador/BA
Telefone: (71) 3016-0107

Deixe seu comentário