categorias: Outras confissões

05 categorias de comida ruim: o anti-post

Talvez eu não escreva posts com a devida frequência. E, por isso, algumas vezes, o intervalo entre as postagens pode ser interpretado como falta de conteúdo. Acontece que, aqui no Culpada Confesso, essa não é a verdade: tem um montão de assuntos a espera de tempo, disposição, revisão, melhores fotografias e até mesmo das palavras ideais. Mas hoje quero fazer uma confissão especial: tem muita comida ruim por aí! Para falar sobre isso, fiz uma divisão em 05 categorias.

Culpada Confesso - Filé a poivre com arroz piamontese

1 – O restaurante excelente que perdeu (muita) qualidade

Antes de começar o blog, eu costumava frequentar alguns lugares que gostava muito. O tempo foi passando e, aos poucos, eles foram retratados em posts por aqui. Acontece que, de vez em quando, tenho reencontros desastrosos com restaurantes excelentes cuja administração mudou e a comida ficou ruim, muito ruim. Posso falar sobre um exemplar no bairro do Comércio que perdeu, não apenas em sabor, mas em variedade do cardápio e qualidade do atendimento. Parece até conversa saudosista, mas não é. De pratos criativos, interessantes e bem feitos, sobrou esse filé-quero-ser-poivre com arroz sem graça da foto acima. #FAIL Isso sem contar a torta búlgara que chegou à mesa com creme de leite escorrendo pelas bordas do prato. Foram quase R$70 desperdiçados com comida ruim.

Culpada Confesso - Pão delícia

2 – Tem, mas acabou

O lugar tem uma linda fanpage, a fachada é bonita, o ambiente interno é confortável e perto de casa. Eu já estava curiosa e, na primeira oportunidade, fui conhecer. Chegando lá, o cardápio era legal e eu quis experimentar várias coisas. Pedi a primeira e não tinha. A segunda, terceira e quarta opções também não. Oxe! Aí fica difícil, né não? Comi o pãozinho delícia (bom, mas igual àquele mais baratinho vendido ali perto), provei a única fatia de torta (ressecada) disponível na grande vitrine, tomei um café e fui-me embora pra nunca mais voltar. Saldo: R$40 perdidos.

Culpada Confesso - Siri ao coco

3 – Sem sal, sem tempero, sem açúcar, sem graça

Você já passou por isso: bairro bacana, manobrista na porta, ambiente ventilado e confortável, uma hostess atenta e gentil, garçons bem treinados e cardápio atraente. Tantas opções boas, que fica até difícil escolher! Aí, minutos depois do pedido feito, chegam os pratos: você experimenta a sua escolha e… nada! Coloca um pouquinho de parmesão e… cadê a emoção, hein? Pega uma garfada do prato da sua amiga e a situação continua. Até a apresentação é chata e monocromática. Nesses casos, qualquer preço é caro, concordam? Pra mim, comida sem gosto é comida ruim.

Culpada Confesso - Rondelli

4 – O ingrediente está (apenas) no nome

Essa categoria é mais frequente em bares e nas entradas dos restaurantes. No caso da foto abaixo, foi uma porção de bolinhos de bacalhau que tinha muita gordura, bastante batata, farinha de rosca, tempero verde e algo semelhante ao “ar de bacalhau”. Não, eu não estou falando de gastronomia molecular: é enganação mesmo. A mesma lógica se aplica aos sucos fraquinhos, pães com essência de alho, escondidinhos 80% purê e filés “miau”. Acontece. Acontece demais. Agora pensem que, com essa vista da orla, poderia ser um post super inspirador, né?

Culpada Confesso - Bolinho de bacalhau

5 – Tudo ruim, do começo ao fim

Aqui temos o mais grave tipo de comida ruim, porque tem todos os problemas ao mesmo tempo. Os ingredientes já foram mal selecionados, o prato parece feito de improviso e o preço é alto. Nesses casos, acontece, com alguma frequência, da equipe retrucar as observações do cliente dizendo: “é assim mesmo”, tal qual a vendedora de roupas desesperada diante da costura torta. Da última vez, passamos por isso num restaurante em Olinda-PE e, ao cancelarmos o pedido do prato principal depois de 02 entradas muito ruins e uma jarra de suco estranho (sim, porque o prognóstico era péssimo), ouvimos muita lamentação do garçom e do gerente, ante o desperdício dos ingredientes e trabalho da cozinha. Coitadinhos. #SQN

Culpada Confesso - Pão de alho

De vez em quando, ouço (e leio) questionamentos sobre a publicação dessas críticas e porque não as faço aqui com frequência. A resposta pra isso é simples: linha editorial. Este espaço foi criado para oferecer boas dicas e não propagandear comida ruim, porque esta última pouco me estimula a escrever, fotografar e executar todos os processos necessários à produção de um post. Se bem que… ultimamente vivi tanta irritação que talvez até mude de ideia e abra uma seção garota enxaqueca! Hahahahaha!

Deixe seu comentário